MINHA CRÍTICA MUSICAL

Ontem eu escutei essa música:

“Eu vivo buscando em alguém
Alguma coisa que eu sei
Que só existe em você
Eu quero a metade de mim que é você
O riso que irradia o mundo
E que me faz viver
Eu não aguento mais essa saudade
E essa solidão que me invade me faz ver

Tudo que eu quero é você de volta
To te esperando vem bater na minha porta
Eu amo você, eu só sei te querer
Minha vida tem sentido se tiver você

O amor é ridículo,se não fosse ridículo,não seria o amor…kkkkkk COMO PODEEEEEE?
OLHA A LETRA “A metade de mim que é você” metade? ah,então quer dizer que antes, você era incompleto,era meio homem,falsa ilusão criada em cima desse sentimento… quando deveríamos sentir se completos sozinhos,a gente vai aceitando essa idéia da mídia,da porcaria da televisão que existe a tampa da panela,a metade do limão,da laranja,da melância e seja lá o que for…a metade É VOCÊÊÊ,sempre… você é 100%… pode melhorar,claro,mas pelo amor de Deus,parem com essa falsa idéia do amor medieval,os contos,ficam só no papel…isso não existe,claro que eu tive que levar umas boas pancadas da vida pra estar escrevendo desse jeito,que por vezes parece “radical demais” mas é a minha verdade… é o que eu levo pra mim como filosofia de relacionamento hoje..não deu certo? tá bom,tchau,valeu foi bom,ADEUS,e a vida segue caraa“O riso que irradia o mundo,E que me faz viver” E essa parte??? ah tá,pq sem o sorriso da mulher lá,o homem não vive,aí quer dizer que antes de conhecer ela,ele era um defunto,aí acordou pra vida,a partir do momento que ela entra e vira uma loucura,uma obsessão,vira a vida do homem, isso é vida? por favor … ô geração corna,que ama remoer sofrimento,nunca vi tanta música dramática,é um sensacionalismo que rege que por vezes chegamos a acreditar naquilo,engraçado …tá tudo muito lindo,aí você escuta uma típica música de corno,e fica imaginando ou relembrando algum momento da sua vida,a troco de que? as músicas deveriam ser inspiradas naquela..de Titãs, “É PRECISO SABER VIVER….”

“Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado
Pra mais tarde não sofrer
É preciso saber viver

Toda pedra do caminho
Você pode retirar
Numa flor que tem espinhos
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viver”

A vida não é uma caixinha de ilusões… como a letra realista diz,se o bem e o mal existem,você pode escolher,escolha não voltar atrás,escolha renovar,nunca é tarde para RENASCER em alguns aspectos,dentro de você… para de se lamentar pelo que já se foi,agradece a Deus por ter te dado aqueles momentos,aquela pessoa um dia,muita gente passa em nossas vidas,é estranho pensar que somos donas aquela fração de segundo ou um pouco tempo mais,e depois elas se vão,ficam com outras e nos mostram que… o amor mais valioso que existe,é o amor próprio, ninguém é obrigado a ficar com ninguém,se a pessoa se foi,é porque ERA PRA SER ASSIM. Se ela te fez sofrer… manda ela se ** em pensamento,deseja o bem depois e vai viver,que o mundo,fica pequeno pra quem sabe aproveitar e o tempo vooooooa quando a coisa é boooahahhahaha
feliz, e juuuuuuuro que ainda acredito no amor romântico… no platônicoo..assim como eu acredito em vida após término de relacionamento…hehe

Beijooooooooos românticos[as],cornos[as],céticos[as],gordinhos[as],magrinhos[as],feinhos[as] e lindinhos[as] LEMBREEEEEEEEM SEMPRE: VOCÊS SÃO ÚNICOS E INSUBSTITUÍVEIS, DEIXEM MARCAS sem importar se vai dar certo ou não,o dia é hoje,a hora é agora,se amem,se ameeem!! fiquem com DEUS

Lili

Advertisements

3 thoughts on “MINHA CRÍTICA MUSICAL

  1. Querida,
    Encontrei o seu blog meio que por acaso e confesso que me diverti bastante com a sua “crítica musical”.O seu bom humor e presença de espírito acabaram revelando muito mais de você do que você mesma poderia supor, e as entre linhas acabaram revelando um pouquinho da grandeza da sua alma.
    Menina, existe muita tristeza nesse mundo, as dores que enfrentamos as vezes parece querer nos roubar a alegria…os nossos sonhos.Por isso é preciso nunca deixar de acreditar e de sonhar, a felicidade é o prêmio máximo para todos aqueles que sonharam e que não desistiram nunca!Não se deixe abater por aqueles que se incomodam com a sua luz…jamais esmoreça por que ela é o alimento dos corações de todos que amam você.As vezes nós queremos tanto uma coisa que não percebemos que talvez não fosse o melhor pra gente.Precisamos manter a fé de que a felicidade definitiva virá no momento certo, e precisamos estar prontos quando isso acontecer.

    Fica com Deus!

    Like

  2. Ola Liana,

    Realmente o assunto “amor” é uma caixinha de surpresas decorada com decepções e alegrias.Mas no final, “O importante é que emoções eu vivi..” (Roberto Carlos).

    Mas o que as pessoas deveriam fazer, sempre, era se QUESTIONAR! Perguntar a si mesmo: “Por que eu estou amando essa pessoa? O que me faz querer estar com essa pessoa? Qual a minha pura INTENÇÃO quando estou do lado dela?”. Aprendi que todas as respostas já existem, o que falta é sempre AS PERGUNTAS CERTAS!

    Muitas vezes nosso amor por outra pessoa é “amor de ego”. Na verdade não amamos ela, mas sim, amamos O QUE ELA NOS FAZ SENTIR! E por incrivel que pareça, esse amor de ego é muito ruim e não deveria nem ser considerado “amor”.

    Para explicar esse ensinamento sobre o amor, o Cabalista Michael Berg conta a seguinte parábola:

    Um homem vai a um restaurante. O garçom pergunta a ele o que ele gostaria. Ele responde que ama peixe. O peixe é cozido e então cortado. O homem então prossegue e come o peixe. Isso é amor? É esta a maneira que tratamos algo que amamos? Este homem não ama o peixe. Ele ama a si mesmo, ele ama saciar-se com o peixe. Embora a história pareça meio tola, ela revela uma lição muito importante. Todos nós usamos a palavra amor. Nesta história torna-se claro que, mais freqüentemente do que imaginamos, quando usamos a palavra amor com respeito a outros , na realidade significa amor por nós mesmos. Em outras palavras, nós amamos o que essa pessoa faz por nós, a maneira pela qual ela nos faz sentir. No final das contas, nós realmente não amamos aos outros, mais exatamente amamos a nós mesmos.”

    Pois é, como tudo na vida, há niveis e niveis, e o amor que andamos tendo pelas pessoas não chega nem perto do verdadeiro amor…

    Bjos Liana, e continue assim, pensando, questionando, criticando, não “engolindo sapo” nem tampouco descendo guela abaixo o que aparece na sua frente, porque tudo deve ser analizado e questionado.

    Tudo de bom
    Shimon (Robson)
    🙂

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s